Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Selecção r e k

Selecção r e k

Portugueses criam detergente ecológico a partir de resíduos

Investigadores portugueses chegaram a uma solução para produzir detergentes amigos do ambiente e menos tóxicos que os derivados do petróleo, a partir de materiais como lenhocelulose e açúcares encontrados no lixo, uma descoberta já patenteada.

As conclusões obtidas "têm essencialmente duas vantagens, uma é a produção destes detergentes a partir de matéria-prima renovável, como resíduos ou lixo, e por outro lado, estas moléculas, sendo produzidas biologicamente, também são menos tóxicas e biodegradáveis", resumiu.
A investigação teve o contributo do programa MIT Portugal, com a participação do doutorado Nuno Faria, de Frederico Ferreira, do Instituto Superior Técnico (IST), e teve financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

 

 

EGF é responsável pela recolha e transporte de resíduos (LUSA)

Universidade de Aveiro descobre método para aproveitar resíduos de eucalipto

Investigadores da Universidade de Aveiro descobriram um processo “simples e eficaz” de aproveitar os resíduos de eucalipto da produção de pasta de papel, extraindo compostos bioquímicos para uso farmacêutico e alimentar, anunciou nesta segunda-feira fonte académica. O destino até agora dado pela indústria de celulose à casca de eucalipto tem sido a sua utilização na queima como biomassa para produzir energia, mas com o processo de extração de compostos, patenteado pela Universidade de Aveiro (UA), passa a ser possível extrair em cada 100 quilos de biomassa cerca de um quilo de extrato bioativo, quantidade que pode alcançar valores entre as centenas e os milhares de euros, consoante a pureza.

 

Link, Observador

 

undefined

Respiramos melhor mas produzimos mais resíduos!

A redução do tráfego automóvel foi um dos fatores que contribui para a melhoria da qualidade do ar, tal como a diminuição da produção de eletricidade através de centrais térmicas (gás natural e carvão), não só devido à menor atividade económica, mas sobretudo por via do aumento do peso das energias renováveis (água e vento).

Link da notícia completa, Observador

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Calendário

Junho 2016

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930