Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Selecção r e k

Selecção r e k

Sapatos cambados

Com o centro da Europa em estado de sítio, numa deriva securitária de complexos contornos, a marcha mundial pelo clima foi exemplo disto mesmo, confrontos como os de ontem em Paris, dos quais resultaram quase 300 detidos, deixaram ainda mais nítida, a clara deriva em que esta mergulhada a Europa.

"Somos a primeira geração que sente os efeitos da mudança do clima e a última para arranjar uma solução para ela", uma frase que resume de forma certeira a encruzilhada em que se encontra a humanidade, mas à que agir, e não se ficar pelas palavras bonitas, as grandes potências têm de ser responsabilizadas e estas sim, devem colaborar na mitigação do impacto ambiental. 

Os EUA e a China têm mantido uma política muito agressiva nesta questão. Para justificar a sua posição, os norte-americanos alegam que a diminuição das emissões de gases tóxicos originaria elevadas taxas de desemprego, assim sendo, e atendendo a estas questões sociais, mesmo assim não seria possível fazer algo mais pelo Planeta?

 

Temperatura global poderá aumentar entre oito a dez graus

Com base em simulações climáticas, o estudo publicado na revista “Nature” revela que, no final deste século, os aquecimentos atmosféricos e oceânicos poderão provocar a perda de 80 a 85% da capa de gelo da Antártida, o que se traduzirá num aumento do nível do mar. O degelo da Antártida provocado pelas alterações climáticas poderá elevar o nível do mar até três metros no ano de 2300, e a temperatura global poderá aumentar entre oito a dez graus nos próximos três séculos. 

 

Autarquias preparam-se para alterações climáticas

Um total de 26 municípios portugueses aderiram ao projecto ClimAdaPT.Local, que tem como principal objetivo desenvolver estratégias municipais de adaptação às alterações climáticas. O projecto, que envolve uma verba de 1,5 milhões de euros, foi apresentado esta quinta-feira na Universidade de Lisboa. O ClimAdaPT.Local pretende ainda capacitar as autarquias para avaliar as vulnerabilidades locais (inundações, incêndios) e o potencial de adaptação face às alterações climáticas. A cerimónia de apresentação do projeto contou com a presença do secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos. "Portugal é dos países europeus mais vulneráveis às alterações climáticas e todos os estudos apontam para que, nos invernos, tenhamos tempestades a assolarem as nossas costas", referiu. Segundo o governante, há um risco de erosão elevado na zona costeira portuguesa. "Em Portugal temos risco de cheias, secas e incêndios, pelo que é necessário pensar nas formas de adaptação às alterações climáticas", sublinhou o secretário de Estado do Ambiente.

in, Correio da Manhã

Aumento temperatura da Terra de 5 °C a 8 °C

À cerca de 55,5 milhões de anos atrás, uma explosão de gás carbónico aumentou a temperatura da Terra de 5 °C a 8 °C, o que teve um grande impacto sobre inúmeras espécies de plantas e animais selvagens. Os cientistas que analisaram as amostras antigas do solo, vêm dizer que os seres humanos estão bombeando níveis semelhantes de dióxido de carbono para a atmosfera. Os pesquisadores acreditam que a taxa a que o dióxido de carbono escapou para a atmosfera durante este período é inferior à taxa em que os seres humanos estão emitindo agora. "Assim, podemos aprender muito sobre o futuro das mudanças no clima, com as plantas e comunidades animais de à 55.500 mil anos atrás",  diz Bowen.

Link da notícia completa, http://news.sciencemag.org/climate/2014/12/greenhouse-emissions-similar-today-s-may-have-triggered-massive-temperature-rise?utm_campaign=email-news-latest&utm_source=eloqua

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Calendário

Junho 2016

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930